terça-feira, 16 de maio de 2017

2º TEMA DO FÓRUM DE DEBATE: RESPONSABILIDADE E COMPROMETIMENTO

INTERTEXTO

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.

Bertolt Grecht


Grandes poderes trazem grandes responsabilidades”. É com esse lema que o Homem-Aranha, um dos mais famosos heróis dos quadrinhos e dos cinemas, continua divertindo e encantando gerações, desde sua primeira história publicada há mais de 50 anos.

É importante ter atenção aos detalhes: o jovem Peter Parker ganhou superpoderes após ser picado por uma aranha radioativa, mas não foram os poderes que transformaram o jovem nerd em um super- herói, na verdade ele poderia ter se tornado um super- vilão.

O que define o heroísmo do aracnídeo é o conselho de seu Tio Ben, que começa esse nosso texto: grandes poderes trazem grandes responsabilidades. O tio de Peter não sabia dos poderes de aranha, portanto, quando dizia isso, ele se referia não a superpoderes, mas aquilo que cada um de nós temos de melhor, aquilo que nós sabemos e podemos fazer de bem. Só quando Peter Parker se compromete a usar aquilo que ele tem de melhor para fazer o bem, é que ele se torna o Homem-Aranha.

Talvez isso ajude a explicar o sucesso do “cabeça de teia”, suas histórias nos lembram que todos temos que agir com responsabilidade.

E aí, como estamos usando aquilo que temos de melhor em cada um de nós?



quinta-feira, 23 de março de 2017

1º TEMA DO FÓRUM DE DEBATE: RESPEITO E TOLERÂNCIA

Respeito: substantivo masculino
1.ato ou efeito de respeitar(-se)
2.consideração, deferência, reverência

Tolerância: substantivo feminino
1.ato ou efeito de tolerar, indulgência, condescendência
2.qualidade ou condição de tolerante

Significados diferentes e que podem gerar diversas reflexões. Vamos sugerir três “provocações” iniciais:

     “Eu sou contra a tolerância, porque ela não basta. Tolerar a existência do outro e permitir que ele seja diferente ainda é pouco. Quando se tolera, apenas se concede, e essa não é uma relação de igualdade, mas de superioridade de um sobre o outro. Sobre a intolerância já fizemos muitas reflexões. A intolerância é péssima, mas a tolerância não é tão boa quanto parece. Deveríamos criar uma relação entre as pessoas da qual estivessem excluídas a tolerância e a intolerância.” ( José Saramago, in ‘Globo (2003)’

     “Tolerância é você dar aos outros todo o direito que você reivindica para si mesmo”
        (Filosofia hoje)

     Curta metragem de animação produzido na Bósnia Herzegovina dirigido por Ivan Ramadan, que recebeu diversos prêmios pelo mundo.